O inventário fiscal, estoque quantificado pela movimentação constante nos documentos e escriturações fiscais, deveria coincidir com o montante registrado nos sistemas de controle de estoque ou mesmo com o inventário realizado através da contagem analítica dos itens físicos, mas é percebido que nem sempre é assim.

O confronto permanente entre os inventários físico e fiscal permite às organizações identificarem e corrigirem erros decorrentes da equivocada alimentação do seu sistema de controle de estoques, incorreções na escrituração fiscal ou contagem física das mercadorias.

Com o acompanhamento da i4 Auditoria, as organizações podem conferir se as informações dos estoques físicos (realizados através de contagens) estão de acordo com os dados transmitidos para a SEFAZ e para a Receita Federal.